Resenha #3 - A Guerra Dos Tronos - George R.R. Martin

Sinopse: Em uma terra onde o verão pode durar décadas e o inverno toda uma vida, os problemas estão apenas começando. O frio está de volta e, nas florestas ao norte de Winterfell, forças sobrenaturais se espalham por trás da Muralha que protege a região. No centro do conflito estão os Stark do reino de Winterfell, uma família tão áspera quanto as terras que lhe pertencem. Dos lugares onde o frio é brutal, até os distantes reinos de plenitude e sol, George R. R. Martin narra uma história de lordes e damas, soldados e mercenários, assassinos e bastardos, que se juntam em um tempo de presságios malignos. Entre disputas por reinos, tragédias e traições, vitória e terror, o destino dos Stark, seus aliados e seus inimigos é incerto. Mas cada um está se esforçando para ganhar este conflito mortal: a guerra dos tronos.




Em A Guerra dos Tronos George R. R. Martin escreve espetacularmente bem. O livro por mais que pareça uma bíblia (De grande mesmo) me deixou fissurado em lê-lo todo, em apenas uma semana acabei de ler 567 páginas. O que é meio difícil pra mim com tantas coisas pra fazer. O livro tem uma atmosfera séria, mas não deixa de ter seus humores. Os personagens são quase reais de tanta perfeição e diferenças que eles tem entre si. Toda a história gira em torno da família Stark. Lorde Eddard de Winterfell, Senhor do norte, é um homem forte, que não baixa a cabeça diante dos problemas, possui grande honra e ama a sua família. Senhora Catelyn Stark é uma mulher de aço, com mais determinação e astúcia que muitos homens do reino. Robb Stark, primogênito do casal é um garoto de 15 anos, que parece muito com o pai em vários aspectos. Jon Snow que tem a mesma idade de Robb, filho bastardo de Eddard Stark é odiado por Catelyn Stark, mas isso não muda seu caráter e sua honra. Sansa Stark é a filha mais velha e tem 12 anos, ela é uma lady, ou seja: É Cortês com todas as pessoas, sabe tricotar, canta, dança, se veste como princesa. Já Arya Stark é o contrário disso, mais nova e mais rebelde, a garota não gosta nada de tricotar nem dançar, corre descalça por campinas e adora brincar com os criados. Tem os dois filhos mais novos da família, Bran e Rickon, Bran tem uma grande fatia nesse livro, muitas emoções envolvendo Bran esperam pra quem ainda não leu o livro...

Além da Família Stark, temos dois personagens que também tem sua história no livro: Daenerys Targaryen, filha do antigo rei, que foi morto, e seu trono tomado por Robert Baratheon. E Tyrion Lannister, chamado de “Duende” por ser um anão, mas onde seu físico lhe peca, sua mente é afiada e ele possui uma grande inteligência e Astúcia.

Sinceramente, no começo fiquei um pouco sem vontade de ler, ainda mais que eram tantos personagens, fiquei confuso e meio perdido. Mas assim que me acostumei a leitura, foram só rosas. Com uma estória bem desenvolvida para cada personagem, e uma descrição de cenário de botar inveja em muitos escritores, você se pega imaginando o cenário, como é cada floco de neve caindo sob os telhados de winterfell, cada grito brandido e cada afago nos lobos de estimação dos Stark. Acompanhar a evolução dos personagens é o que há de melhor no livro (em minha opinião). Muitas vezes, e disso eu tenho certeza, você vai se pegar olhando para o mapa que tem na primeira folha do livro e na última, só pra saber onde os personagens estão.... rs.

Aspectos Positivos: George R.R. Martin É um gênio quando se diz em caracterizar seus personagens, eles tem personalidades fortes, bem feitas e não tem aqueles erros bobinhos de ações que não condizem nada com a personalidade do personagem. O cenário foi perfeitamente esculpido na cabeça do autor, e facilmente passado para os leitores, o que dá um UP muito grande na estória.

Aspectos Negativos: No começo fica tudo muito embaralhado na cabeça, os personagens a decorrer de cada capítulo vão se misturando, as vezes você não sabe quem é quem. São tantos títulos, Sor pra cá, Sor pra lá. E Para piorar o autor as vezes usa os títulos de honra dos personagens, apelidos, e nomes do meio, o que ajuda nessa confusão. Mas depois que você vai se habituando a leitura, conhecendo os personagens e seus nomes, esse meio aspecto negativo se torna o ponto forte do livro.

Bom, se você procura aventura, suspense, ação, guerras e uma trama elaboradíssima, você não vai perder em comprar o livro. Mas só aviso uma coisa, se for comprar o primeiro, também super recomendo comprar o segundo. E vocês não vão passar pela crise de abstinência (Como diz a Dana) a qual eu estou passando, fica a dica...

Se tiverem gostado, comentem. Ou se não, é só criticar o que precisa ser criticado. Obrigado!  Abraços!

Classificação:




1 comentários:

RoseFuri disse...

Sempre ouço falar mto bem dessa série. Preciso mto lê-lo!!! Seu comentário só incentiva!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...